Ação da Justiça Eleitoral no 41º Encontro do Colégio de Corregedores Eleitorais do Brasil em Teresina Nov/2017.

A Ação Justiça Eleitoral esteve no evento com a apresentação da Profª Esther Maria Castelo Branco Coordenadora da AJE , onde foram apresentados os dados dos trabalhos realizados pela AJE entre 2014 à 2017 com a abordagem sobre o acompanhamento das atividades politicas a importância do conhecimento sobre as politicas publicas.  O teatro AJE com cidadania  foi o ponto alto do evento com a nova dramatização discutindo com educação cívica voltada para o voto politizado, como também matérias inerentes a cidadania , tais como ; biometria , alistamento eleitoral, proteção aos animais, violência contra a mulher, idosos, crianças e adolescentes.

 

 

Anúncios

Ação da Justiça Eleitoral no Campus de Pedro II -PI.

Ação tem o objetivo se sensibilizar o jovem eleitor dessente do IFPI e com a abordagem sobre o acompanhamento das atividades politicas a importância do conhecimento sobre as politicas publicas e também teve a 11º Mostra de Cinema em Direitos Humanos com a qual discutiu a violência a mulher e adolescentes também abordamos neste evento com filme Ilha das flores a questão da preservação do meio ambiente e como melhor usamos de nossa liberdade. O teatro AJE com cidadania  foi o ponto alto do evento com a nova dramatização discutindo com educação cívica voltada para o voto politizado, como também matérias inerentes a cidadania , tais como ; biometria , alistamento eleitoral, proteção aos animais, violência contra a mulher, idosos, crianças e adolescentes.

 

 

Ação Justiça Eleitoral no Campus de Piripiri-Pi .

Ação tem o objetivo se sensibilizar o jovem eleitor dessente do IFPI e com a abordagem sobre o acompanhamento das atividades politicas a importância do conhecimento sobre as politicas publicas e também teve a 11º Mostra de Cinema em Direitos Humanos com a qual discutiu a violência a mulher e adolescentes também abordamos neste evento com filme Ilha das flores a questão da preservação do meio ambiente e como melhor usamos de nossa liberdade. O teatro AJE com cidadania  foi o ponto alto do evento com a nova dramatização discutindo com educação cívica voltada para o voto politizado, como também matérias inerentes a cidadania , tais como ; biometria , alistamento eleitoral, proteção aos animais, violência contra a mulher, idosos, crianças e adolescentes.

20171031_113545

Participação da AJE no III Encontro da Administração Superior e Técnicos Administrativos

A AJE fortalece a parceria com a UESPI participando do encontro com professores servidores e alunos no sentido de discutir temas relacionados a administração, sensibilização humanista naquela instituição de ensino, como também, consoante o termo de convênio do TRE-PI e UESPI via NUPIDH – Núcleo Permanente Interdisciplinar em Direitos Humanos, participou por sua coordenadora Esther Maria de Sá Castelo Branco da entrega por parte da OAB das salas de Advocacia, Comissões e Câmara de Mediação e Arbitragem. Na ocasião, apresentamos banners sobre o projeto AJE e interagimos com os alunos do colégio Raldir Cavalcante cumprindo uma agenda de exposição em artes plasticas.

Com distribuição dos brindes da AJE e orientações jurídicas por parte de comissões da OAB.

11ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos

O TRE através da AJE em parceria com a UESPI por meio do Núcleo em Direitos Humanos e o Ministério dos Direitos Humanos realizou na ultima segunda-feira dia 22/05/2017 a Mostra Itinerante com os filmes “Carol e Meu Nome é Jacque”, promovendo debate sobre violência e gênero com alunos do curso de Direito, Campi Torquato Neto. Como resultado desta exibição receberemos dos alunos uma síntese crítica sobre os filmes.

AJE no Colégio Raudi Cavalcante

A Ação Justiça Eleitoral e Cidadania esteve presente no colégio Raudi Cavalcante com a palestra da sua coordenadora Esther Maria de Sá Castelo Branco, neste evento foi lançado o projeto “Talento Jovem Eleitor” que visa desenvolver no âmbito daquela unidade escolar oficinas pontuais sobre noções de direito eleitoral, constitucional, direitos humanos, cidadania, enfim, informações a um grupo seleto de alunos escolhidos pelo colégio, os quais receberão as oficinas com o objetivo de ao final de seis meses apresentem manifestações e expressões, tais como, música, redação, poesia, charges, desenhos, etc. sobre os temas ministrados nas oficinas.

Confira o álbum de fotos.